Os Fundadores: Madre Eusébia Arrigoni

Genitori di Madre Eusebia e Suor Daria
Luigina Arrigoni era a primogênita dos doze filhos de Ambrogio Arrigoni e Ângela Battaini; ela nasceu em 25 de dezembro de 1868 em Chiaravalle Milanese.


A família Arrigoni mudou-se para Monlué Milanese, onde passou a produzir queijo. Um incêndio destruiu o estabelecimento e a casa. Os Arrigoni foram para Milano onde se distinguiram pelo trabalho e pela caridade para com os pobres.

Luigina era uma menina vivaz e piedosa. Aos doze anos entrou no colégio das Irmãs de Maria Menina em Milano; Aprendeu tudo sobre bordado. Cinco anos depois, o aperto financeiro da família obrigou-a a deixar o colégio. Ficou doente por diversos meses; permaneceu em casa por dois anos e curou-se completamente.


Como bordadeira podia ajudar os pais. Na Paróquia ensinava o catecismo às meninas e dava assistência a algumas meninas adoentadas.

Logo sentiu-se chamada para a vida consagrada: "Com a idade de 19 anos solicitei à Madre Superiora das Irmãs do Santo Natal que me aceitassem na pia casa para ser religiosa.
Entrei na vida religiosa depois de passar por muitas provações, porque meus queridos pais não queriam de modo algum permitir que eu fosse para o convento. Meu querido papai fez-me sofrer muito, prendeu-me em casa e opôs-se com toda a sua autoridade paterna. Então mais fortemente ainda eu elevava minhas orações a Deus, para que iluminasse meus queridos genitores, especialmente meu pai. Um belo dia deram a tão esperada permissão..... Naquele momento senti grande consolação e alegria! " (Autobiografia de Madre Eusébia).

Casa natal de Madre Eusebia
"Parti de Milano dia 29 de março de 1887 e fui para as Irmãs do Santo Natal em Torino... Tive uma alegria imensa servindo ao Senhor..... qualquer oficio que a obediência me dava eu o cumpria com tanto amor que nem sentia o cansaço. Amava a casa do Senhor com todas as minhas forças." (Autobriografia de Madre Eusébia).

Na comunidade do Santo Natal Luigina Arrigoni passou a se chamar Irmã Francisca.

Leia também